Saiba a verdade

Propostas para o Rio voltar a dar certo

1. Já no primeiro ano de mandato, trazer de volta o funcionamento digno do sistema BRT em todas as estações (incluindo a reabertura de estações que foram fechadas), com segurança garantida por meio da presença ativa da Guarda Municipal e/ou do programa Segurança Presente, e promovendo o aumento imediato e a manutenção da frota para evitar longas esperas nas estações e a lotação dos ônibus;

2. Já no primeiro ano de mandato, revisar as definições do projeto de racionalização do sistema de ônibus com o objetivo de reintroduzir algumas linhas que foram extintas, além de fazer uma ampla auditoria sobre a operação das concessionárias com o objetivo de restaurar linhas que foram abandonadas e/ou tiveram forte redução da frota pelas empresas;

3. Concluir o BRT Transbrasil e garantir seu pleno funcionamento até o final de 2022;

4. Até 2022, instalar ao menos 1.000 câmeras nas estações de BRT e nos ônibus (BRT ou normais) ligadas diretamente ao centro de operações da polícia militar e ao COR para reduzir a violência e o vandalismo no transporte público;

5. Por meio de rigorosa fiscalização, garantir que pelo menos 80% das viagens de ônibus na cidade tenha ar-condicionado em pleno estado de funcionamento até o final de 2023;

6. Implementar a integração tarifária em todo sistema de transporte (BRT, VLT, Ônibus, Trens, Metrô e Barcas) e aumentar a duração do bilhete único para 3 horas até o final de 2022;

7. Já no primeiro ano de mandato, padronizar os limites de velocidade nas vias urbanas com o objetivo de reduzir as mudanças abruptas que servem para alimentar a indústria de multas na cidade;

8. Estabelecer uma parceria com o governo do estado para inaugurar a estação de metrô da Gávea (até o final do mandato), evitando assim que esta obra, que já se encontra em estado avançado, acabe tornando-se completamente inviável e irrecuperável no futuro.