Saiba a verdade

Propostas para o Rio voltar a dar certo

1. Melhorar a segurança urbana através do aprimoramento do patrulhamento na rua feito pela Guarda Municipal, investindo na supervisão da rotina diária dos guardas e promovendo treinamentos especializados para toda a Guarda Municipal até 2022;

2. Assumir progressivamente a segurança nos espaços urbanos e criar um grupo de elite da Guarda Municipal (que poderá usar armas letais), com o objetivo de reduzir em 20% (até o final de 2023) os crimes em áreas com forte atividade comercial ou um fluxo elevado de pessoas;

3. Viabilizar a parceria com governo do estado para expandir o Segurança Presente em bairros da Zona Norte e Oeste e ampliar o Programa em Bangu e Campo Grande até o final de 2023;

4. Garantir a segurança nas estações do BRT, implantar o monitoramento por câmera em tempo real (ligado diretamente ao Centro de Operações Rio – COR) em todas as estações e criar o BRT Rosa (divisões e segurança específicos para mulheres nos veículos) já no primeiro ano de mandato;

5. Já no primeiro ano de mandato, priorizar a implantação de iluminação de lâmpadas LED nas áreas de maior incidência de crimes e aumentar as atividades de vigilância eletrônica na cidade, inclusive dentro do transporte público, por meio da integração de 2 mil novas câmeras (até o final de 2023) ligadas diretamente ao COR;

6. Introduzir, até 2022, um sistema de premiação meritocrática vinculado à produtividade e ao desempenho dos Guardas Municipais;

7. Já no primeiro ano de mandato, estabelecer parcerias com o governo do estado e com a própria polícia militar visando garantir mais cuidado e respeito às pessoas que vivem nas favelas durante as operações policiais;

8. Já no primeiro ano de mandato, garantir melhores condições de trabalho e segurança para camelôs e ambulantes por meio de um trabalho conjunto com suas associações para garantir mais transparência e organização desse tipo de atividade comercial.