Saiba a verdade

Ações para os primeiros 100 dias de governo

1. Preparar as Clínicas da Família para a campanha de vacinação contra COVID-19 e iniciar (por meio de atividades coletivas e da recuperação das Academias Cariocas) as ações voltadas para o programa de assistência e apoio à saúde mental com o objetivo de reduzir imediatamente a atual epidemia de depressão e ansiedade decorrentes da pandemia;

2. Garantir o pleno abastecimento de medicamentos e outros materiais de consumo nas unidades de saúde;

3. Recompor grande parte das equipes de saúde da família e saúde bucal que perderam suas funções durante a administração Crivella;

4. Retomar o pleno funcionamento do programa Cegonha Carioca;

5. Garantir total transparência referentes às informações do SISREG para a população a fim de evitar “furadas de fila” que sirvam para beneficiar grupos políticos específicos;

6. Iniciar o Programa Conect@dos e distribuir tablets e internet móvel para os alunos da rede pública com acesso mais limitado ao ensino à distância;

7. Implementar o Programa Saúde nas Escolas, com rígido protocolo sanitário e sistema de vigilância na rede pública municipal de ensino;

8. Fazer o planejamento do programa “2 anos em 1” para a volta às aulas, com foco no diagnóstico da rede, acolhimento e reforço escolar;

9. Retomar a entrega de uniformes e kit escolar para todos os alunos da rede pública conforme era a prática durante o governo Eduardo Paes;

10. Colocar mais 500 professores em sala de aula para reduzir o número de alunos por turma e garantir o ensino de matérias em que há falta de profissionais;

11. Garantir a presença da Guarda Municipal e/ou do programa Segurança Presente em todas as estações do BRT;

12. Revisar todo o sistema de patrulhamento e de supervisão da rotina diária dos guardas municipais nas ruas da cidade;

13. Ampliar o programa Segurança Presente em Bangu e Campo Grande;

14. Criar o BRT Rosa e implantar câmeras de segurança nas estações de BRT e nas frotas de ônibus das linhas com maior incidência de crimes e vandalismo;

15. Revisar o cronograma de implantação de lâmpadas de LED na cidade a fim de priorizar as áreas mais afetadas por problemas de segurança;

16. Criar um fundo da Prefeitura para garantir a oferta de crédito a micro e pequenas empresas, sobretudo restaurantes e comércios de rua afetados pela pandemia;

17. Revisar a lei que aumentou o IPTU na cidade – com o objetivo de cancelar ou reduzir alguns aumentos que foram dados nas Zonas Norte e Oeste da cidade;

18. Planejar a restauração do campus da Gama Filho e avaliar áreas no Porto Maravilha com o objetivo de serem transformadas em centros de capacitação e qualificação focados nos setores de turismo, tecnologia, saúde, audiovisual e construção civil;

19. Garantir forte presença da Guarda Municipal e da PMRJ nos principais pontos turísticos da cidade;

20. Iniciar o planejamento dos programas de revitalização da Avenida Brasil, da retomada de frentes de trabalho nas comunidades (Guardiões dos Rios, Agente Comunitário de Saúde e Garis Comunitários) e de oferta de vagas de estágio nos moldes do Jovem Aprendiz para garantir que nossos jovens adquiram experiência profissional antes do ingresso no mercado de trabalho;

21. Apresentar o Plano BRT com Dignidade para garantir seu funcionamento adequado (com segurança, ar-condicionado, frota bem conservada e sem longas esperas nas estações) – a implantação efetiva deste plano deve ser concluída até o final de 2021;

22. Apresentar o planejamento para a conclusão das obras do BRT Transbrasil – para que este BRT esteja em pleno funcionamento até o final de 2022;

23. Iniciar a revisão do projeto de racionalização do sistema de ônibus e já definir a reintrodução de algumas linhas que foram extintas;

24. Iniciar a auditoria sobre a operação das concessionárias para identificar irregularidades relacionadas ao abandono de linhas e/ou de redução de ônibus circulando nas ruas;

25. Fazer uma avaliação detalhada dos custos necessários para reabrir com segurança, a ciclovia Tim Maia em toda sua extensão e marcar um plebiscito junto à população para definir o melhor destino para este equipamento público.