Paes vai reestruturar Clínicas da Família e recompor 400 equipes da atenção básica

O candidato Eduardo Paes esteve nesta segunda-feira, dia 9, na comunidade da Rocinha e, após visitar a Clínica da Família Maria do Socorro, assegurou que vai colocar todas as unidades em pleno funcionamento e reestruturar todas as equipes de Saúde da Família que foram dispensadas na atual gestão da Prefeitura.

– As Clínicas da Família são super importantes e, hoje, falta médico, falta equipe de saúde da família, falta medicamento. Assim que assumir a Prefeitura do Rio, vou colocar as unidades para funcionarem direito, reestruturar as equipes de saúde da família, recontratar os profissionais que trabalhavam nas clínicas. São mais de 400 equipes que deixaram de trabalhar neste período. Também vou regularizar a entrega de medicamentos para a população – afirmou o candidato.

Paes lembrou a grande redução do número de pessoas atendidas na cidade pelo Programa Saúde da Família. E destacou que retornar a oferta de atenção básica de saúde aos cariocas é uma prioridade.

– Você tinha uma realidade em que 4,5 milhões de cariocas eram atendidos pelas Clínicas da Família e este número baixou para 2,8 milhões de pessoas, ou seja, absolutamente inaceitável. Minha prioridade número um é trazer de volta as Clínicas da Família ao seu funcionamento pleno – frisou.

Outra preocupação demonstrada pelo candidato foi em relação às pessoas que sofrem ou passaram a sofrer de depressão, um problema de saúde agravado com a pandemia de coronavírus.

– Precisamos retomar o funcionamento integral dos Centros de Atenção Psicosocial, os CAPS. A gente vive uma epidemia de depressão no Rio e estes CAPS são muito importantes nestes casos. Aqui, na Rocinha, por exemplo, estes centros estão completamente fechados – lembrou Paes.