No Dia do Servidor Público, Eduardo Paes firma carta-compromisso com a categoria

carta-compromisso-eduardo-paes-servidores-rj-eduardo-paesNo dia em que é celebrado o Servidor Público, Eduardo Paes (DEM) assinou uma carta-compromisso com a categoria, que incluem medidas como a previsibilidade do pagamento dos salários e a promoção do reajuste anual, a retomada do Programa Líderes Cariocas, que tem como objetivo desenvolver líderes e gestores públicos, capacitando os profissionais municipais, e a revitalização da escola de Formação do Professor Carioca.

– Quero dar meus parabéns a todos os servidores públicos pelo seu dia, especialmente os servidores e servidoras da Prefeitura do Rio. Por isso, fiz questão de assumir essa série de compromissos para devolver a dignidade à categoria – destacou Paes.

O candidato a prefeito se encontrou com um grupo de servidores na Tijuca e apresentou as propostas do documento elaborado em prol dos Servidores Públicos do Município do Rio de Janeiro.

– Destaco a volta do reajuste anual pela inflação, porque isso é fundamental para que, pelo menos, a perda do poder aquisitivo dos salários dos servidores não ocorra. Também pretendo realizar o pagamento sempre no segundo dia útil do mês. Atualmente os servidores não sabem que dia vão receber o seu salário. Isso é um absurdo – disse Paes.

Ele também ouviu várias reclamações e sugestões dos servidores presentes ao encontro.

– Além das questões salariais e objetivas, você percebe que os servidores da prefeitura estão desanimados porque trabalham sem condições, não têm clareza do que o governo atual deseja e quais são as metas a atingir. E isso tudo desestimula. A prefeitura do Rio tem um quadro de servidores de muita qualidade, que merecem e devem receber um tratamento digno – ressaltou.

Eduardo-Paes-encontro-servidoresPaes também quer retomar a implantação dos sistemas de meritocracia no serviço público municipal, por meio do programa Acordo de Resultados, que assegurava o pagamento de bônus de desempenho.

-Um aspecto muito importante é a volta do programa de bonificação, ou o 14º salário, como os servidores chamam, caso metas sejam atingidas – explicou.

Em relação à Guarda Municipal, ele quer introduzir um sistema de premiação meritocrática vinculado à produtividade e ao desempenho dos profissionais.

-Também queremos ampliar o efetivo e promover treinamentos especializados para os Guardas Municipais – afirmou.

Baixe aqui a versão em PDF da Carta-Compromisso para os Servidores Públicos do Município do Rio.

Confira a íntegra do documento:

Me comprometo com as seguintes propostas para a próxima gestão (2021-2024) na Prefeitura do Rio de Janeiro:

1. Retomar o processo de valorização dos profissionais do serviço público e o pagamento dos salários sempre no segundo dia útil do mês;

2. Promover o reajuste anual dos salários dos servidores públicos de acordo com a inflação mesmo que seja necessária uma ação na justiça contra a Lei Complementar 173/2020;

3. Garantir o pagamento do adiantamento do 13º salário do servidor em todo mês de julho;

4. Retomar a implantação dos sistemas de meritocracia no serviço público municipal – como por exemplo, por meio do Programa Acordo de Resultados que assegurava o pagamento de bônus de desempenho (ou 14º e 15º salários – que era a forma pela qual os próprios servidores se referiam a esse pagamento pelos bons resultados alcançados);

5. Retomar o programa “Líderes Cariocas” que garante a capacitação gerencial e o desenvolvimento profissional de talentos do serviço público do Rio de Janeiro e priorizar os servidores públicos de carreira no preenchimento das vagas de chefia e coordenação da Prefeitura, incluindo os cargos de Secretário Municipal;

6. Aumentar o valor do ticket refeição e rever o plano de saúde dos servidores públicos municipais para garantir uma ampliação da cobertura e da rede de assistência atual;

7. Retomar o programa de emissão de cartas de crédito para os servidores adquirirem o seu imóvel com taxas de juros subsidiadas;

8. Criar o plano de carreira, cargos e salários dos profissionais de saúde em conformidade com o SUS e promover o treinamento de pelo menos 2 mil funcionários anualmente;

9. Revitalizar a escola de Formação do Professor Carioca e colocar mais 3.000 professores em sala de aula para reduzir o número de alunos por turma e garantir o ensino de matérias onde há falta de profissionais;

10. Promover treinamentos especializados para toda a Guarda Municipal e introduzir um sistema de premiação meritocrática vinculado à produtividade e ao desempenho dos Guardas Municipais;

11. Retomar o “Programa Bilíngue”, que proporciona a oferta de curso de inglês nos principais cursos da cidade para os servidores e seus dependentes.