Curta no Facebook Curta no Instagram

Governar uma cidade como o Rio de Janeiro é um enorme desafio, mas também é a realização de um sonho. Tiramos do papel projetos engavetados há décadas e criamos outros que estão ajudando a nossa cidade se transformar, melhorando a vida de milhares de cariocas diariamente, seja na Saúde, na Educação ou nos Transportes.

Conheça os projetos

Durante o ano de 2015, o Rio de Janeiro vai comemorar seus 450 anos com uma agenda lotada. Shows, exposições, apresentações teatrais, passeios a pé pela cidade e eventos esportivos são apenas algumas das iniciativas que terão, como protagonista, o carioca.

Acesse o site do projeto

Criada a partir de um projeto engavetado há 50 anos, a Transcarioca interliga 27 bairros e está melhorando a qualidade de vida de milhares de cariocas. Junto com as outras trans compõe um importante anel viário que está diminuindo distâncias e resgatando a dignidade do transporte público do Rio.

Assista ao vídeo

Maior evento católico do planeta, Jornada Mundial da Juventude supera expectativas em sua 13ª edição. Mais de 3 milhões de pessoas estiveram na cidade para ver o Papa Francisco, comprovando a vocação do Rio como anfitrião de grandes eventos

Assista ao vídeo

Durante apresentação, prefeito mostrou quatro grandes ideias sobre como levar o Rio e todas as cidades ao futuro, incluindo inovações arrojadas e executáveis de infraestrutura e como deixar a cidade “mais inteligente”

Assista ao vídeo

Eduardo Paes assume a presidência do grupo C40, que reúne prefeitos de grandes cidades do mundo para adotar medidas em prol do meio ambiente.

Acesse o site do C40

A demolição da perimetral está trazendo de volta a luz do sol e os pedestres, que poderão contemplar a baía e as diversas atrações históricas da região. Além de um belo boulevard, o corajoso projeto criará ruas e vias, que beneficiarão o tráfego em uma das áreas mais importantes do Rio.

Assista ao vídeo
1

Formação e início da vida pública

Eduardo Paes nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 14 de novembro de 1969. Casado e pai de dois filhos, é formado em Direito pela PUC-Rio, iniciou sua carreira pública cedo, aos 23 anos, quando, em 1993, assumiu a Subprefeitura de Jacarepaguá e da Barra, na Zona Oeste. Em 1996, aos 27 anos, elegeu-se vereador, com a maior votação do Brasil naquele ano.

2

Da esfera municipal à federal

Por duas vezes foi eleito deputado federal. Na primeira, em 1998, foi o mais votado do Rio. Em 2000, assumiu a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Em 2002, Paes retornou à Câmara dos Deputados para o seu segundo mandato. E em 2007, ano dos Jogos Pan-Americanos na cidade, foi nomeado Secretário Estadual de Turismo, Esporte e Lazer.

3

Gestão Municipal

Aos 39 anos foi eleito o prefeito mais jovem do Rio de janeiro, em outubro de 2008. A posse acontece no dia 1º de janeiro do ano seguinte. Desde 2009, Paes tem liderado uma verdadeira transformação da cidade nos mais diferentes setores, com destaque para áreas como Educação, Saúde, Transportes e Meio Ambiente. Em outubro de 2012, com a histórica marca de mais de dois milhões de votos válidos, é reeleito ainda no primeiro turno, como prefeito mais votado do país.

4

A conquista dos Jogos Olímpicos

Como prefeito, ainda em seu primeiro mandato, Paes foi um dos líderes da campanha que fez do Rio de Janeiro a cidade escolhida para sediar as Olimpíadas de 2016, os primeiros Jogos na América do Sul. Hoje, em parceria com os governos estadual e federal, trabalha intensamente para que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos deixem um importante legado para a cidade, melhorando a qualidade de vida de todos os cariocas.

5

Práticas de gestão

As boas práticas de gestão implementadas na administração Paes desde seu primeiro mandato renderam ao Rio reconhecimento internacional. Desde 2008, o a cidade subiu três níveis nas escalas internacionais de rating, atribuídas pelas agências Fitch, Moody's e Standard & Poor's, demonstrando a qualidade do ajuste fiscal realizado na Cidade. Os destaques das avaliações são a gestão e o controle de gastos da dívida pública, a expressiva capacidade de investimento e o baixo endividamento do município. O Rio ascendeu à categoria investment grade em 2010. Desde 2014, a Cidade e o governo brasileiro com as melhores notas de rating: "Baa2" para a agência Moody´s e "BBB" para as agências Fitch e Standard & Poor`s. Esta última, inclusive, classifica o município acima da própria União - fato inédito na história do setor público nacional e único entre todas as cidades avaliadas pela agência.

6

Reconhecimento internacional

No fim de 2013, Eduardo Paes foi pioneiro ao assumir a presidência do grupo C40 de Liderança Climática das cidades. É o primeiro presidente de uma cidade emergente a liderar a rede global de megacidades que atua na promoção do desenvolvimento urbano sustentável por meio de estratégias para enfrentar as mudanças climáticas e ampliar a resiliência das cidades. No mesmo ano, a cidade conquistou o prêmio WorldSamrtCity2013 no SmartCitiesExpo, principal evento mundial sobre cidades inteligentes, em Barcelona, na Espanha. O projeto Porto Maravilha foi o grande destaque, considerado exemplar por dar maior prioridade aos pedestres, ciclistas e transporte público.

7

O legado de 2016

Ao longo de seis anos de mandato, Paes e sua equipe vêm trabalhando para fazer do Rio uma cidade mais integrada, da Zona Norte à Zona Sul, igualitária e gentil com sua população. As mudanças, que começaram em 2009 e estão presentes nas mais diferentes áreas, são um legado que continuará mesmo depois de 2016, fazendo do Rio uma cidade de todos e para todos.

  • Formação e início da vida pública
  • Da esfera municipal à federal
  • Gestão Municipal
  • A conquista dos Jogos Olímpicos
  • Práticas de gestão
  • Reconhecimento internacional
  • O legado de 2016


Um Rio para todos

O Rio de Janeiro vive um momento histórico. A economia avança, a cidade está ficando mais bonita e a cada dia estamos mais preparados para sediar o evento esportivo mais importante do mundo.

Tudo isso é fruto de muito trabalho e dedicação. No nosso primeiro mandato conseguimos avançar com importantes realizações como os corredores Trans, o BRS e o Bilhete Único Carioca.

E se você preferir ir de bicicleta, melhor ainda: já temos a maior malha de ciclovia do país e ela ainda vai aumentar. Dessa forma, colocamos a cidade em um novo nível de integração e transporte.

Com menos tempo no trânsito, os cariocas podem aproveitar melhor tudo o que o Rio oferece, como a revitalização da região portuária e as naves do conhecimento. E vem mais por aí: o legado de 2016 ainda vai trazer muitos frutos para nossa cidade.

Principais Realizações

Educação

Saúde

Habitação e Urbanismo

EDIs

O Espaço de Desenvolvimento Infantil é um novo conceito de educação para a primeira infância. Atende crianças desde os seis meses até 5 anos e 11 meses. Une no mesmo ambiente a creche e a pré-escola. Desde 2009 foram criadas mais de 200 EDIs.

Conheça o projeto

Escolas do Amanhã

Ações nas áreas de Educação, Saúde, Assistência Social, Esporte, Arte e Cultura em 155 escolas do ensino fundamental, nas áreas mais vulneráveis da cidade. O programa tem como objetivo reduzir a evasão escolar e melhorar a aprendizagem, com educação em tempo integral em boa parte das escolas.

Conheça o projeto

GEOs

Os Ginásios Experimentais Olímpicos são escolas em turno único que mesclam atividades curriculares e esportivas, sustentados por excelência acadêmica, estimulando alunos com aptidões para o esporte, artes plásticas, música e tecnologia.

Conheça o projeto

Fábrica de Escolas do Amanhã Governador Leonel Brizola

Programa de construção de novas unidades educacionais e adaptação de outras. Até o fim de 2016 serão construídas 136 novas escolas e adaptar outras 77. Desse total, 34 serão em comunidades pacificadas.

Conheça o projeto

Clínicas da Família

São unidades de atendimento de saúde regionalizadas, que priorizam a prevenção da saúde do cidadão. Nesse modelo, agentes de saúde percorrem a área abrangida pela Clínica, cadastrando moradores. Cada agente é responsável por um determinado grupo de famílias, prestando atendimento personalizado. Nas Clínicas da Família é possível fazer exames laboratoriais, ultrassonografia, eletro, consultas médicas e dentárias, exame pré-natal, farmácia e vacinação, entre outros procedimentos.

Conheça o projeto

CER (Coordenação de Emergência Regional)

Unidades de pronto-atendimento responsáveis pelas emergências de baixa e média complexidade para adultos e crianças.

Conheça o projeto

Novos Hospitais

Quatro novas unidades de saúde foram construídas em apenas quatro anos. A Zona Oeste, área mais populosa da cidade, recebeu dois novos hospitais: o Hospital da Mulher, em Bangu, e o Hospital Pedro II, em Santa Cruz. Os moradores da Ilha do Governador, na Zona Norte, ganharam o Hospital Evandro Freire. Outro destaque é a Maternidade Maria Amélia Buarque de Hollanda, no Centro, que estava desativada e foi toda restaurada.

Veja a materia

Cegonha Carioca

Projeto proporciona à gestante acompanhamento especializado por todo o período da gestação nas unidades de saúde municipais. Elas também ganham um enxoval para a criança e, quando chega a hora do parto, a gestante tem uma ambulância exclusiva para levá-la até a maternidade.

Conheca o Projeto

Programa de Atenção Domiciliar ao Idoso (PADI)

Serviço prestado a pacientes com mais de 60 anos de toda as unidades de saúde do município, priorizando portadores de doenças que necessitem de cuidados especiais contínuos e que possam ser feitos na residência. Os principais benefícios são a aceleração da recuperação e a redução do tempo de internação hospitalar, liberando leitos para outros pacientes.

ATIs

As Academias da Terceira Idade possuem equipamentos instalados em praças da cidade, que têm como objetivo proporcionar a atividade física de idosos para manterem o bem-estar. Cada ATI é formada por uma equipe composta de professores de educação Física, técnicos de enfermagem e apoios que têm como função proporcionar condições favoráveis para a realização dos exercícios.

Morar Carioca

O projeto promove a inclusão social através da integração urbana e social completa de todas as favelas do Rio até 2020, como obras habitacionais e de infraestrutura. Garante também acesso com qualidade à moradia, com melhorias nos domicílios das áreas beneficiadas.  Parte sustentável do projeto, o Morar Carioca Verde acontece nas comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira, na Zona Sul da cidade e utiliza materiais sustentáveis nas obras de urbanização. A iluminação pública é feita com lâmpadas de LED, o asfalto e o concreto recebem adição de pneu triturado, as novas moradias reutilizam água de chuva e a coleta do lixo é feita de forma seletiva.

CONHEÇA O PROJETO

Rio+Social

Programa multidisciplinar coordenado pelo Instituto Pereira Passos (IPP) em parceria com o ONU-Habitat – o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, para promover a melhora na qualidade de vida de populações que moram em territórios pacificados. Tem as suas ações pautadas por três eixos: da informação – com levantamentos que geram um retrato e um panorama de cada território; o básico – de prestação de serviços públicos; e o do desenvolvimento econômico – com formação, consultoria e auxílio em legalização para empreendedores locais visando à geração de renda e emprego nas comunidades.

Conheça o projeto

Minha Casa Minha Vida

Parceria entre Prefeitura e Governo Federal, o programa tem como objetivo diminuir o crescimento desordenado das comunidades e reassentar pessoas que vivem em área de risco. Desde que foi implementado, colocou o município como campeão na produção de unidades habitacionais para população de baixa renda em todo o país.

Mapeamento e fim das áreas de risco

Para preservar vidas e minimizar transtornos, a prefeitura realizou um estudo para identificar áreas consideradas de risco na cidade. Já foram realizadas obras em muitas dessas regiões e milhares de famílias reassentadas em locais mais seguros e confortáveis. O treinamento de agentes comunitários, a implantação de radares meteorológicos e o sistema de alerta, tornaram a prevenção mais eficiente.

Teleférico da Providência

Com 721 metros de extensão, o Teleférico da Providência liga a Central do Brasil à Providência e à Gamboa, ampliando o acesso da população aos dois lados de uma das comunidades mais íngremes da cidade. A nova opção de mobilidade garante à comunidade de quase 5 mil moradores uso dos equipamentos culturais no entorno do morro com mais facilidade.

Social

Transporte

Revitalização da Zona Portuária

Cartão Família Carioca

Programa criado para complementar a renda mensal de famílias atendidas pelo Bolsa Família. O valor recebido por cada uma delas depende do número de pessoas e de sua renda familiar.

Transoeste

Primeiro BRT inaugurado na cidade, a Transoeste liga a Barra da Tijuca a Campo Grande e Santa Cruz, com 52 km de extensão ponto a ponto, beneficiando 150 mil pessoas diariamente.

Conheça o projeto

Transcarioca

O primeiro corredor expresso transversal da cidade, são 39 km, que ligam a Zona Norte à Zona Oeste, passando por 27 bairros do subúrbio carioca. Faz conexão entre trem e metrô ao sistema BRT, ligando a Barra da Tijuca ao aeroporto Internacional Tom Jobim.

Conheça o projeto

Transolímpica

A via expressa de 26 km facilitará o transporte de milhares de pessoas entre o Parque Olímpico, na Barra, e o Parque Radical do Rio, em Deodoro, durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Conheça o projeto

Transbrasil

Com 32 km, o corredor expresso Transbrasil acompanhará o traçado da Avenida Brasil ligando Deodoro, na Zona Oeste, ao Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio. Beneficiará 820 mil passageiros por dia.

Conheça o projeto

BRS

O BRS (Bus Rapid System) organiza as linhas de ônibus e reduz o tempo de viagem dos usuários de ônibus, promovendo maior agilidade dos transportes públicos a baixo custo. Os ônibus trafegam em faixas compartilhadas com táxis.

Conheça o projeto

VLT

O Veículo Leve sobre Trilhos é um trem urbano que será implantado na região revitalizada do Porto. Ele terá seis linhas e 28 quilômetros de extensão e vai conectar toda a área do Porto e do coração financeiro da cidade, ligando ao metrô, aos trens metropolitanos, às Barcas, aos BRTs, à rede de ônibus convencionais, ao Teleférico da Providência e ao Aeroporto Santos Dumont.

Conheça o projeto

Ampliação do Elevado do Joá

Uma das principais ligações entre a Zona Sul e a Barra da Tijuca, o Elevado do Joá está sendo ampliado e vai ganhar uma nova pista e dois túneis. Para facilitar a locomoção, uma inédita ciclovia à beira-mar, com 3.100 metros de extensão e 2,5 de largura, promete transformar o local em um novo ponto turístico da cidade.

Conheça o projeto

Ciclovias

Com 350km de extensão, o Rio possui a maior malha cicloviária da América Latina. Para incentivar seu uso, foi criado o programa “Rio, Capital da Bicicleta”, que está ampliando vias cicloviária, ciclo faixas e faixas compartilhadas. O projeto também prevê a instalação de milhares de bicicletários em todo o município.

Bilhete Único Carioca (BUC)

O bilhete único carioca é um benefício de tarifa de integração nas linhas de ônibus municipais da cidade do Rio de Janeiro. Com o cartão eletrônico o passageiro pode embarcar em até dois ônibus municipais, dentro do intervalo de duas horas, pagando o valor de R$ 3, ou em um ônibus municipal ou em um trem, em estações dentro do município carioca, pagando o valor de R$ 4,15. De 2010 a 2014 já foram feitas 426.933.688 integrações por mais de 3,7 milhões de usuários cadastrados.

Porto Maravilha

É um conjunto de obras de requalificação urbana que reintegra a Região Portuária com a cidade. A operação está recuperando a infraestrutura urbana, os transportes, meio ambiente, os patrimônios histórico e cultural, além de melhorar as condições habitacionais da região.

Conheça o projeto

Derrubada da Perimetral

Construído no início dos anos 50 com o objetivo de ligar as Zonas Norte e Sul, o Elevado da Perimetral mostrava sinais de saturação. Sua derrubada, iniciada em novembro de 2013, abriu caminho para o resgate do patrimônio histórico e arqueológico da área, da qualidade de vida dos moradores do local e da cidade como um todo.

Novo Viário do Porto

O novo sistema viário da Região Portuária vai além da demolição da Perimetral. O elevado, totalmente demolido, vai dar lugar a um novo conjunto de vias, como o Binário do Porto, inaugurado em 2013 e que estará em pleno funcionamento com a entrega do túnel Rio 450, em 2015, e a Via Expressa. Paralela à Avenida Rodrigues Alves, o Binário terá, com o túnel, 3,5km de extensão, três faixas de rolamento por sentido e várias saídas para a distribuição interna do trânsito. A Via Expressa vai substituir o Elevado da Perimetral, terá três faixas por sentido e correrá, em sua maior parte, em túnel, ligando o Aterro do Flamengo à Avenida Brasil e à Ponte Rio-Niterói. Completam o novo sistema o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), com 28km e 42 paradas, e 17km de ciclovias.

Museu de Arte do Rio

Inaugurado no dia 1º de março de 2013 como parte das comemorações do aniversário da cidade, o Museu de Arte do Rio, mais conhecido como MAR, é um espaço dedicado à arte e à cultura visual que abriga exposições, de curta e média duração, que promovem uma leitura da história da cidade, seu tecido social, sua vida simbólica, desafios e expectativas sociais.

Conheça o projeto

Museu do Amanhã

O Museu idealizado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava será um espaço dedicado às ciências. Nele, o visitante vai poder explorar as variedades do amanhã nos campos da matéria, da vida e do pensamento. O espaço vai proporcionar o debate de diversas questões ambientais, sociais e climáticas.

Conheça o projeto

Jardim do Valongo

O lugar antes abandonado é o melhor exemplo de revitalização da Zona Portuária do Rio. Inspirado nos jardins franceses do século XIX, o local possui características parecidas com as da sua primeira inauguração, em 1906.

Conheça o projeto

Equipamentos Olímpicos

Cultura

Meio Ambiente

Parque Olímpico

Construído em uma área de 1,18 milhão de metros quadrados, será a principal instalação dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Ali serão disputadas 14 modalidades olímpicas e 10 paralímpicas, além de ser ponto de encontro do público, patrocinadores e atletas. Depois das competições, os equipamentos esportivos e novos empreendimentos formarão uma área que será referência de planejamento urbano, sustentabilidade e acessibilidade para a cidade.

Conheça o projeto

Vila dos Atletas

A Vila dos Atletas alojará os cerca de 15 mil esportistas esperados para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. No local também será construído um empreendimento comercial, que atenderá as necessidades operacionais da Vila durante os Jogos Rio 2016. A construção dos 31 prédios de 17 andares e as obras de infraestrutura das vias públicas são de responsabilidade da iniciativa privada. Após os Jogos Olímpicos, o complexo de prédios será reagrupado para dar origem a diferentes condomínios residenciais.

Conheça o projeto

Parque dos Atletas

Área de 150 mil m², não urbanizada que será destinada ao lazer dos atletas durante os Jogos Rio 2016 e que ficará para a população da cidade como parte do legado olímpico. A obra já foi concluída e entregue à população, que a utiliza para prática de esportes. Além disso, o espaço sediará eventos como o Rock in Rio, até 2015.

Conheça o projeto

Complexo Esportivo de Deodoro

O local será palco de 11 modalidades olímpicas e quatro paralímpicas durante os Jogos de 2016. O Complexo Esportivo de Deodoro já possui cerca de 60% das instalações permanentes. Após os Jogos Rio 2016, parte da área do Complexo ficará como legado para a população. Chamado de Parque Radical, o local se transformará no segundo maior parque de lazer da cidade com cerca de 500 mil metros quadrados. O Parque Radical contará com o circuito de Canoagem Slalom e a Pista de Ciclismo BMX, que serão mantidos para o uso de atletas e também da população em geral.

Conheça o projeto

Novo Sambódromo

Após ampla reforma, o palco do samba, um dos símbolos da cidade, retomou o projeto original criado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, e aumentou sua capacidade de público de 60.000 para 72.500 pessoas. O local receberá as provas de tiro com arco, além da largada e chegada da maratona dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Conheça o projeto

Arenas Cariocas

São espaços que oferecem diversas atividades culturais para a população da cidade. Elas foram criadas com o objetivo de multiplicar o acesso à cultura e formar novas plateias e artistas. Atualmente são quatro Arenas distribuídas pela cidade. São elas: Arena Jovelina Pérola Negra, na Pavuna, subúrbio do Rio; Arena Carlos Roberto de Oliveira (Dicró), na Penha, Zona Norte da cidade; Arena Abelardo Barbosa, em Pedra de Guaratiba, Zona Oeste; Arena Fernando Torres, em Madureira, Zona Norte.

Imperator – Centro Cultural João Nogueira

Após 17 anos fechado, o Imperator, que já foi o maior cinema da América Latina e uma das mais famosas casas de show do Brasil, voltou a fazer parte da vida do carioca. Um espaço completamente dedicado à arte em suas diversas vertentes. Totalmente reformado, a área de 7.000 m² conta agora com teatro, três salas de cinema e estrutura de bar e cafeteria.

Cinecarioca 3D

Construído na comunidade Nova Brasília, no Complexo do Alemão, o CineCarioca 3D oferece cultura e lazer de qualidade a preços populares.  O local conta com equipamentos de última geração, incluindo projetor 3D DCI e poltronas adaptadas.

Fechamento do Aterro de Gramacho

Considerado o maior lixão a céu aberto da América Latina, o aterro começou a operar em 1978, sem que nenhum tipo de estudo de impacto ambiental fosse feito. Seu fechamento, após 34 anos de operação, é motivo de orgulho para o Rio de Janeiro, que hoje deixa naquele local um legado ambiental, tecnológico e social. Através do contrato com uma concessionária, a Prefeitura conseguiu, sem gastar dinheiro dos cofres públicos, recuperar os manguezais na região, além de tratar o chorume do solo e aproveitar o gás produzido, transformando-o em bio gás.

Conheça o projeto

Saneamento Zona Oeste

Um dos mais importantes legados na área de Meio Ambiente, este projeto consiste na implantação de um sistema eficiente de esgotamento sanitário na Área de Planejamento 5, que compreende a Zona Oeste da cidade. Os trabalhos preveem serviços de coleta e tratamento de esgoto em vários bairros da região, despoluição das bacias dos rios Marangá e Sarapuí, além da construção de uma estação de tratamento de esgotos e 10 estações elevatórias.

Conheça o projeto

CTR Seropédica

Projetado a partir de normas internacionais de tratamento de resíduos sólidos e respeito ao meio ambiente, o Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) de Seropédica substituiu o antigo lixão de Gramacho, fechado definitivamente em junho de 2012. Construído em uma área de mais de dois milhões de metros quadrados, recebe cerca de 10 mil toneladas de lixo por dia. A nova Central de Tratamento de Resíduos em Seropédica reúne tecnologia de ponta inédita na América Latina e garante o destino adequado dos resíduos, sem riscos para o meio ambiente.

Conheça o projeto

Recuperação Ambiental da Bacia de Jacarepaguá

Cercada pelos maciços da Tijuca e da Pedra Branca, a região da Bacia sofreu um processo de ocupação acelerado. A área é o principal vetor de crescimento da cidade e o programa de macrodrenagem pretende, além de prevenir enchentes, melhorar as condições de balneabilidade das lagoas de Jacarepaguá, área em que serão instalados equipamentos importantes para as competições, como o Parque Olímpico, a Vila Olímpica e o Parque dos Atletas.

Conheça o projeto

Parque Madureira

Com mais de 90 mil metros quadrados de área, o Parque Madureira tornou-se ponto de encontro, lazer e cultura para os moradores do subúrbio do Rio. O parque é equipado com quadras poliesportivas, ciclovia e a melhor pista de skate do país, além de uma Arena cultural e a Praça do Samba. Outra atração é a Praça do Conhecimento, que oferece cursos em diferentes áreas, além de computadores com acesso à internet. Um projeto de ampliação do Parque prevê a expansão da área até o bairro de Guadalupe, chegando à Avenida Brasil.

Conheça o projeto

Controle de Enchentes da Grande Tijuca

A construção de cinco reservatórios de amortecimento de cheias, na Praça da Bandeira e entorno, tem o objetivo de livrar a região das históricas inundações que há mais de um século causam transtornos aos cariocas. Os reservatórios que estão sendo construídos servirão para diminuir o excedente das chuvas, acumulando os volumes e impedindo o transbordamento dos rios. A água será liberada aos poucos, à medida que a rede de drenagem suportar, retardando assim a ida dos volumes para a parte baixa e impedindo os alagamentos.

Conheça o projeto

Rio Digital

Gestão e Finanças

Rio 450 Anos

Centro de Operações Rio

Mais moderno da América Latina, o Centro de Operações Rio integra mais de 30 órgãos do município em um só lugar. Com mais de 500 câmeras, o COR tem como objetivo monitorar a cidade 24 horas por dia, sete dias por semana, antecipando crises e propondo soluções rápidas. O local conta também com um telão composto por 80 monitores, responsáveis por controlar toda a cidade através de mapas, fotos aéreas, imagens e gráficos.

Conheça o projeto

Naves do Conhecimento

Projeto que funciona como polo de inclusão digital, permitindo acesso à internet, ferramentas de ensino e programas de uso pessoal. As oito unidades inauguradas até o momento oferecem cursos nas áreas de tecnologia da informação, produção gráfica, web design, computação gráfica, produção de vídeo e fotografia.

Lab Rio

Laboratório de participação criado pela Prefeitura para aproximar o poder público dos cidadãos cariocas. É formado pelo Ágora Rio, rede social para debate de políticas públicas com secretarias e órgãos do município; pelo Imersão, que proporciona maior conhecimento do funcionamento da gestão municipal; pelo Chega Junto!, voltado para crianças e adolescentes que desejam exercer seu direito de participar da gestão do município.

Conheça o projeto

1746

Central telefônica que permite ao cidadão, através de um único número, ter acesso à maioria dos serviços que a Prefeitura disponibiliza.

Conheça o projeto

Parcerias Público-privadas (PPP’s)

Instrumento utilizado para viabilizar e acelerar investimentos em infraestrutura no município. Através dele, União, estado e município podem selecionar e contratar empresas privadas para prestar serviços de interesse público por prazo determinado. Em 2015, dos RS 7,8 bilhões investidos na cidade, RS 1,8 bilhão são provenientes de PPP's.

Planejamento Estratégico

Estudo que reúne todos os projetos que a Prefeitura pretende realizar até 2016, com metas a serem cumpridas por todas as secretarias. O planejamento para 2013-2016 dá continuidade aos trabalhos realizados desde o início da gestão Paes, em 2009. Somente no primeiro mandato, mais de 80% das metas foram cumpridas.

Conselho da Cidade

Grupo que reúne 181 cidadãos para ajudar na revisão do Plano Estratégico do município e refletir sobre a visão de futuro do Rio através de projetos e metas. O conselho é formado por profissionais de áreas como Jornalismo, Arquitetura, Engenharia, Economia, Artes, Meio Ambiente, e outras.

Avaliação das agências de Grau de Investimento

Desde 2008, o a cidade subiu três níveis nas escalas internacionais de rating, atribuídas pelas agências Fitch, Moody's e Standard & Poor's, demonstrando a qualidade do ajuste fiscal realizado na Cidade. Os destaques das avaliações são a gestão e o controle de gastos da dívida pública, a expressiva capacidade de investimento e o baixo endividamento do município. O Rio ascendeu à categoria investment grade em 2010. Desde 2014, a Cidade eh o governo brasileiro com as melhores notas de rating: "Baa2" para a agência Moody´s e "BBB" para as agências Fitch e Standard & Poor`s.

Rio450

No ano em que se comemoram os 450 anos do Rio de Janeiro, a Prefeitura criou o Comitê Rio450, destinado a organizar e harmonizar as iniciativas para as comemorações do aniversário da Cidade Maravilhosa. Seu objetivo é mobilizar os diversos setores da sociedade e áreas da Prefeitura na construção deste projeto. Através do site, cariocas e turistas têm acesso ao calendário de eventos comemorativos durante todo o ano de 2015.

Conheça o projeto

Instagram

Curta Eduardo Paes no Facebook

Copyright © 2014 Eduardo Paes. Todos os direitos reservados.
Imagens: TED - 2012 - James Duncan Davidson / C40 - 2014 - J.P.Engelbrecht / Reconhecimento Internacional - Photograph by McKinsey Global Infrastructure/Stuart Isett